sexta-feira, agosto 29, 2008

A Segunda Geração Modernista:

Artistas e movimentos após a Semana de 22

Cícero Dias - Artista brasileiro de grande renome internacional, combina as mais genuínas tradições pernambucanas com a essência universal da arte. Sempre adotando posições vanguardistas, aproxima-se do surrealismo e é um dos pioneiros do abstracionismos.


Ismael Nery - Foi um dos nossos primeiros e mais representativos pintores ligados ao surrealismo, movimento que busca sua temática no inconsciente, nos sonhos, nos delítios. Em sua obra sobressai a presença da imaginação criativa.






Oswaldo Goeldi - Seu trabalho em xilogravura, litografia, desenho e aquarela destaca-se no panorama da arte brasileira. Sua obra retrata de forma crítica os aspectos da injustiça social do Brasil: a morte, a pobreza, os subúrbios e a solidão.



Núcleo Bernardelli

Em 1931, foi formado no Rio de Janeiro um grupo de jovens artistas que não aceitavam mais os princípios tradicionalistas que predominavam no ensino da arte. Apesar de ter sido renovador, apresentou um aspecto menos radical do Modernismo. Faziam parte desse grupo:


José Pancetti - Foi marinheiro e, mais tarde, ingressou no Núcelo Bernardelli. Dedicou-se aos retratos de desenvolveu temas de paisagens urbanas e marinhas.




Milton da Costa - Um dos mais radicais do Núcleo Berdardelli. Suas pinturas o aproximam do Construtivismo e do Cubismo.





Grupo Santa Helena

O aprendizado autodidata ou em ateliês coletivos, o ganho da vida por meio de ocupações extra-artísticas, ou nas artes ‘aplicadas’ são traços de carreira de boa parte dos pintores e escultores que começaram nos anos trinta e que não provinham de famílias de posses.


Alfredo Volpi - na sua juventude teve várias profissões: foi carpinteiro, encanador e pintor de paredes. Sua pintura desenvolveu-se em direção do domínio da cor. É bastante conhecido por suas "bandeirinhas", mas estas não recebem tratamento naturalista, sendo que alguns deles beiram ao construtivismo.




Francisco Rebolo - antes de ser artista foi jogador de futebol, sendo jogador do corinthians. Troca a carreira de atleta pela pintura, mas no início ganha a vida decorando paredes das casas de pessoas ricas de São Paulo. Suas obras nos fazem lembrar de Cézanne.

26 comentários:

Shu disse...

Professora, o que é pioneiros do abstracionismos?

Taciana disse...

OI Shu
PIONEIRO significa "ser o primeiro"... Esses artistas (no caso, o Cícero Dias e o Milton da Costa) foram os primeiros a fazer arte abstrata aqui no Brasil, eles que começam essa tendência. Ok?!

Fernanda, 57 disse...

Professora, o Cícero Dias é abstracionista, ceerto? Mas a primeira imagem dele não me parece abstrata.. eu não entendi!

vanessa disse...

Vanessa 64
Professora o que sao "posiçoes vanguardistas"?

Taciana disse...

bom... vamos por partes. Fernanda, o Cícero Dias foi um artista que "passeou" por vários movimentos da arte moderna (isso era uma coisa bem comum aqui no Brasil, já falei sobre isso... tanto que nossa arte moderna se chama apenas "arte moderna" e não tem aquele monte de nomes das vanguardas européias). O Cícero Dias começa sua vida de artista mais próximo do impressionismo (mas ainda assim com certa mistura brasileira), depois ele descobre o surrealismo... só então se aventura na ARTE ABSTRATA. Depois disso ele ainda se mete no cubismo e meio que mistura o cubismo com o fauvismo... a maior parte das suas obras são dessa última fase.
Vanessa, posições vanguardistas significa "à frente". Lembra o que significa o termo vanguarda? É um termo que vem dos militares (avant guard - aqueles soldados que iam na frente do batalhão). Na arte usamos para aqueles que estão à frente de seu tempo. Que são muito modernos (um ex fora da arte... o "i fone" tem uma posição vanguardista entre os celulares" hehehehe). Entendeu??
Bjo meninas

Fernanda disse...

Ahh, entendii profesora!
Obrigaada!

Vanessa disse...

HEHEHE!
Entendi sim professora!
brigadao!

Guilherme - Sala 67 disse...

Professora, Ismael Nery foi um pintor ligado ao surrealismo, porém, a segunda imagem, dele que está no Blog, não tende a ser mais Cubista??

Anônimo disse...

João Pedro - sala 67

Boa tarde professora. Podemos dizer que o grupo santa helena possui tendências mais rádicais do que o núcleo Bernadelli? Pois as obras do Volpi, se aproximam mais do construtivismo?

Taciana disse...

Oi Guilherme... seu comentário é pertinente. O Ismael Nery está mais ligado ao surrealismo porém também tem traços cubistas em algumas obras! (Viva a antropofagia!!)
João Pedro... isso mesmo. Eu mostrei só dois artistas do Bernardelli pra vocês, mas a maioria fazia obras como as do Pancetti - o único mais radical era o Milton Dacosta (o das menininhas sem rosto). Mas de maneira geral eles eram menos radicais que o Santa Helena.

Bjão!

Anônimo disse...

Renan - sala 60
Professora, oque significa imigração criativa ?

Taciana disse...

Renan... do que vc está falando?? Fora do contexto fica difícil responder.

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ivo - 54 disse...

professora, pra prova é necessario saber o nome de todos os artistas e saber reconheçer as obras?

Fabricio, 61 disse...

Professora, uma das imagens na prova vai ser de 'bandeirinhas'? :p

Vanessa 64 disse...

xiii num apareceu meu nome!!!

Manuela Malachias disse...

Professora, o Cícero Dias ficou mais famoso pelos seus trabalhos de que tendência?
Eu lembro de algum comentário seu dizendo que ele "se encontrou" mesmo foi mesmo no cubismo, que essa foi a vanguarda na qual ele mais se identificou... Essa informação procede?

Obrigada mesmo!!!
Manuela - 59

Patrícia Anderi disse...

Patrícia Anderi

professora, obrigada não só pela procupação, mais pelo carinho e atenção que voce tem com agente, tanto em sala de aula, como no seu blog, não importa aonde for, voce é sempre maravilhosa.

Quando tomei a decisão de fazer letras, o que mais me preocupava era se ia aparecer pessoas tão baixas e mediocres (como o que fez aqueles comentários acima) durante a minha carreira. mais hoje quando eu li, essa discução que teve eu vi que pessoas baixas vão aparecer em todo lugar, mais pessoas otimas tambem vão, e que não importa se tem um infantil que não respeita os otros, porque voce tem uma coisa que essa pessoas nunca vão ter que são alem tem alunos, amigos que ti adimiram muito, e como eu seguem voce como exemplo.

"Pessoas brilhantes falam sobre idéias.
Pessoas medíocres falam sobre coisas.
Pessoas pequenas falam sobre outras pessoas"

Dick corrigan

André disse...

professora, brigado ae pelo blog de novo. como sempre, dá uma puta ajuda! (:

Alejandro Miguel disse...

http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=67923917&refresh=1

Assim ele vai ter onde discutir oq ele tanto gosta sem atormentar a vida professora q definitivamente naum merce isso u_u

Aljandro o/ Entra ai galera!

ggg disse...

Professora pelo seu blog tem escrito que os artistas do NUCLEO BERNADELLI(RJ) so participaram o JOSÉ PANCETTI E MILTON COSTA, mas pelo meu caderno eu escrevi q fora esse ainda tem o CICERO DIAS E ISMAEL NERY.Quais foram os artistas que participaram do NUCLEO BERNADELLI?E onde que se encaixa o OSWALDO GOELDI?E o dinheiro que vinha nessa epoca para esse artistas era do CAFÉ?

Taciana disse...

Então, o Núcleo Bernadelli era um espaço de criação carioca que abrigava vários artistas. Ele surge do Ateliê Livre (lá do fim do século XIX). Eu separei no Blog muito mais por considerar os primeiros mais importantes (no Rio de Janeiro). Todos ele, de alguma forma passaram pelo Bernadelli. Entenda que o Bernadelli era só um espaço de criação e não um movimento artístico com características comuns. Milton da Costa e José Pancetti foram artistas que levaram o grupo pra frente... que organizavam as coisas. Os outros não eram pessoas responsáveis pelo grupo, mas, de alguma forma, estiveram ligados a ele. Não precisa se preocupar com isso, ok!

Taciana disse...

Sobre o dinheiro... ish, nessa época o dinheiro vinha de vários lugares. A turma de São Paulo era mais pobre (por isso até suas obras são menos radicais, são mais comportadas). Eles trabalhavam nos mais diferentes serviços, como por exemplo: pedreiros, encanadores, eletricistas, pintores de parede, jogador de futebol, etc). A turma do Rio já era mais abastada... Mas não eram muito. Tem gente que tinha dinheiro por causa de fazendas, outros por venderem suas obras ou darem aulas de pintura, outros por serem funcionários públicos. O dinheiro do café é uma marca dos artistas da primeira geração modernista.

Natália disse...

Professora, como podemos diferenciar o abstracionismo da 2ª geração do da 3ª geração modernista?

Taciana disse...

Ótima pergunta Natália! Na verdade, se você reparar bem, os artistas da segunda geração começam a fazer arte abstrata só nos anos 50! Ou seja, no momento em que já está rolando a terceira geração (pós modernos). Por isso, o marcante nos artistas da segunda geração, são as obras figurativas, ok! É que eles continuam produzindo e vão ser influenciados pela turma nova!

ggg disse...

obrigado prof!!!