quarta-feira, abril 02, 2008

Ilusões de ótica

Depois de ter escrito o post sobre OP ART me deu vontade de postar esse com algumas imagens que causam ilusões de ótica.

Enjoy!


O que você consegue ver???? Um senhor cabeludo de barba?? Ou um casal se beijando num jardim?
E aqui? Você uma moça ou uma velha?






Esse é bem legal!


Parece ou não parece que essas cobras estão se mexendo?






E esses cilindros??? Estão se mexendo?





Até mais! Viva! Viva!

Brasil antes da chegada de Cabral

Antes de Cabral chegar aqui, já existiam algumas manifestações culturais na "Terra Brasilis". Não vou escrever sobre isso aqui, mas colocar links onde vocês possam encontrar coisas bem interessantes sobre essa parte da nossa história. Boa navegação!!

- Arqueologia
http://www.arqueologiabrasil.com.br/ http://www.fumdham.org.br/parque.asp

- Cerâmica Marajoara / Santarém
http://www.marajoara.com/index_portuguese.html http://prosalunos.blogspot.com/2007/03/arte-brasileira.html

- Arte Indígena
http://www.arteindigena.com.br/ http://www.socioambiental.org/pib/portugues/comovivem/artes.shtm


Esse é o vídeo que eu passei pra vocês na sala de aula.

video

POP e OP

POP ART

A “Arte Popular” desenvolveu-se nos EUA na década de 1960 e alcançou grande repercussão internacional.

-Quebrar qualquer barreira entre ARTE e VIDA COMUM.
-Interesse voltado para o dia-a-dia das grandes cidades: as imagens, o ambiente, a tecnologia industrial.
Ela elevou a ícones os mais crassos objetos de consumo, como hambúrgueres, louça sanitária, estojos de batons, pilhas de macarrão e celebridades como Elvis Presley e Marilyn Monroe.

Andy Warhol é sem dúvida o mais “pop” dos Pops. Foi ilustrador de propaganda, pintor, cineasta.
Assim como Dalí, ele sabia se auto-promover.

IMAGENS DA POP ART

Andy Warhol







Roy Lichtensteine seusquadrinhos





OP ART

A expressão “op-art” vem do inglês Optical Art.
As obras da OP ART apresentam diferentes figuras geométricas, em preto e branco ou coloridas, combinadas de tal modo que provocam no espectador sensações de movimento. Parece até que a obra de movimenta.

VICTOR VASARELY (1908 – 1997) foi o precursor da OP-ART.

A OP é uma arte que simboliza as constantes mudanças na realidade em que vivemos.

Algumas obras de vasarely


Surrealismo

O Surrelismo é o filho legítimo do Dadá que, assim como o Futirismo, começou como um movimento literário promovido por André Breton, inspirados nas idéias de Freud sobre o inonsciente, a análise dos sonhos (psicanálise).

"Tamanha é a crença na vida, no que a vida tem de mais precário, bem entendido, a vida real, que afinal esta crença se perde. O homem, esse sonhador definitivo, cada dia mais desgostoso com seu destino, a custo repara nos objetos de seu uso habitual, e que lhe vieram por sua displicência, ou quase sempre por seu esforço, pois ele aceitou trabalhar, ou pelo menos, não lhe repugnou tomar sua decisão ( o que ele chama decisão! ) . Bem modesto é agora o seu quinhão: sabe as mulheres que possuiu, as ridículas aventuras em que se meteu; sua riqueza ou sua pobreza para ele não valem nada, quanto a isso, continua recém-nascido, e quanto à aprovação de sua consciência moral, admito que lhe é indiferente. Se conservar alguma lucidez, não poderá senão recordar-se de sua infância, que lhe parecerá repleta de encantos, por mais massacrada que tenha sido com o desvelo dos ensinantes. Aí, a ausência de qualquer rigorismo conhecido lhe dá a perspectiva de levar diversas vidas ao mesmo tempo; ele se agarra a essa ilusão; só quer conhecer a facilidade momentânea, extrema, de todas as coisas. Todas as manhãs, crianças saem de casa sem inquietação. Está tudo perto, as piores condições materiais são excelentes. Os bosques são claros ou escuros, nunca se vai dormir." (A. Bretton: 1924)

TRECHOS DO MANIFESTO:

“A atitude realista é fruto da mediocridade, do ódio, e da presunção rasteira. É dela que nascem os livros que insultam a inteligência.”
“A mania incurável de reduzir o desconhecido ao conhecido, ao classificável, só serve para entorpecer cérebros.”
“Oxalá chegue o dia em que a poesia decrete o fim do dinheiro e rompa sozinha o pão do céu na terra.”

A arte do INCONSCIENTE

Arte improvisada – sem o controle consciente: Joan MIRÓ

Arte alucinatória com técnicas realistas: Salvador DALI e René MAGRITTE


Miró (1893 – 1983) tentou consistentemente banir a razão e soltar o inconsciente.

Noturno

Olhos


Dalí (1904 – 1989)baseou sua técnica no que chamou de “paranóia crítica”.É sem dúvida o mais conhecido pintor surrealista.
http://www.salvadordalimuseum.org/home.html

A persistência da Memória


O Sono


O Gabinete Antropomórfico

“A única diferença entre os loucos e eu é que eu não sou louco.” Dalí


Magritte (1898 – 1967), assim como Dalí, pintou imagens ilógicas, pertubadoras e usou o domínio da técnica realista para desafiar a lógica.

O Espelho Falso


Golconde




Isso não é um cachimbo

http://www.magritte.com/

Continuação da revisão de arte moderna


Construtivismo

O Construtivismo foi um movimento anti-naturalista de ruptura total com a mimese. Nele, a pintura e a escultura são pensadas como construções - e não como representações -, guardando proximidade com a arquitetura em termos de materiais, procedimentos e objetivos.
Ele surge na Russia no primeiro decenio do século XX, mas pode ser relacionado com outros movimentos de arte abstrata pelo mundo, de caráter construtivista. Basicamente, uma obra é Construtivista quando é abstrata formal (geométrica), mas também podemos observar certos traços da idéia construtivista em movimentos como o Cubismo, o Futurismo e o Dadaísmo.

“A ideologia revolucionária e libertária que impregna as vanguardas em geral, adquire feições concretas na Rússia, diante da revolução de 1917. A nova sociedade projetada no contexto revolucionário mobiliza os artistas em torno de uma arte nova, que se coloca a serviço da revolução e de produções concretas para a vida do povo. Afinal, a produção artística deveria ser funcional e informativa.” (trecho retirado da Encilopédia Itaú Cultural de Artes Visuais)

Suprematismo, MALEVICH



Torre Pravda (Torre da Terceira Internacional), TATLIN


Lobster Trap and Fish Tail, Alexander CALDER

Futurismo

O futurismo é um movimento muito interessante na História da Arte - um pouco polêmico (adoro isso! hehehehehe). Ele surge, primeiramente como um movimento literário, em 1909, quando o poeta Marinetti lança seu "Manifesto Futurista".

Os futuristas exaltavam o futuro e sobretudo a velocidade. O “movimento” é marcante nas obras (Arte CINÉTICA).

Dinamismo de um cachorro na coleira, BALLA

Formas únicas de continuidade no espaço, BOCCIONI



Trechos do Manifesto Futurista:


"Os elementos essenciais de nossa poesia serão a coragem, a audácia e a revolta"

"Nós declaramos que o esplendor do mundo se enriqueceu com uma beleza nova: a beleza da velocidade. Um automóvel de corrida com seu cofre adornado de grossos tubos como serpentes de fôlego explosivo... um automóvel rugidor, que parece correr sobre a metralha, é mais belo que a Vitória de Somotrácia."

"Nós queremos glorificar a guerra - única higiene do mundo - o militarismo, o patriotismo, o gesto destrutor dos anarquistas, as belas idéias que matam, e o menosprezo à mulher."

"Nós queremos demolir os museus, as bibliotecas, combater o moralismo, o feminismo e todas as covardias oportunistas e utilitárias."


Dadaísmo

Dadá - o mundo ficou gagá!

O movimento foi fundado em Zurique, na Suiça, em 1916, por um grupo de refugiados da Primeira Guerra Mundial.

O Dadá protestava contra a loucura da guerra e queria ser "a guerra pra acabar com todas as guerras" e pra isso, a alternativa foi subverter toda autoridade e cultivar o absurdo. Mas os artistas tinham um objetivo mais sério do que o de apenas causar escândalo: queriam acordar a imaginação das pessoas.

Marcel Duchamp, seu principal representante, nos coloca pra pensar: o que é arte??

Qando ele coloca um urinol (tipo de penico) em um cubo branco e o chama de "A fonte", todo o pensamento tradicional de definição de arte cai por terra. Mesmo a pintura e a escultura abstrata não tinham provocado tantas discussões.

Outro grande "acontecimento" do Dadá foi a intervenção na Monalisa, também feita por Duchamp. Quando ele rabisca cavanhaque e bigodinho na mais importante obra de arte, na mais conhecida... na obra do grande mestre da arte acadêmica, a briga está comprada.
E agora? O que é arte??