quinta-feira, junho 21, 2012

Técnicas de Impressão

As técnicas de impressão ajudaram a democratizar a arte na época do Renascimento. Era através dessas técnicas que cópias de grandes quadros viajavam pela Europa e influenciavam artistas. Além de ampliar o acesso às obras de arte famosas, o preço mais baixo (do que o de uma tela, por exemplo) permitia que mais pessoas pudessem adquirir obras de arte.

As técnicas mais conhecidas são a XILOGRAVURA, a LITOGRAVURA (ou litografia), a GRAVURA EM METAL e a SERIGRAFIA.

A Xilogravura é um processo de gravação em relevo que utiliza a madeira como matriz e possibilita a reprodução da imagem gravada sobre o papel. É preciso "recortar" da matriz de madeira as áreas que não se quer imprimir. O tal recorte é feito com instrumentos cortantes como o buril e o cinzel, por exemplo.


A imagem feita em xilogravura fica em negativo e espelhada. Ou seja, as linhas recortadas da madeira não serão impressas e a imagem ficará invertida.

Aqui estão alguns exemplos de xilogravuras feitas pelo famoso artista brasileiro Oswaldo Goeldi.







As imagens das xilogravuras foram retiradas do site oficial do artista:


A Gravura em metal é uma técnica que utiliza chapas de cobre ou outros metais como matriz. A gravação pode ser feita diretamente na placa, com instrumentos como o buril e a ponta-seca, ou pela corrosão com ácidos. Geralmente é usada para reproduzir desenhos de linhas finas e texturas.



Alguns exemplos de gravura em metal feitas pelo artista alemão Albert Dürer:





A litogravura (ou litografia) é um processo de impressão que utiliza uma pedra calcária como matriz e se baiseia na repulsão entre a água e as substâncias gordurosas. Ao contrário das outras técnicas de impressão, a litografia é planográfica. Isso quer dizer que o desenho é feito através da gordura aplicada sobre a superfício da pedra, e não através de fendas e sulvos na matriz, como na xilogravura ou na gravura em metal.

O processo da litogravura é bastante complexo e envolve várias questões estudadas pela química.



A litografia foi muito usada na imprensa e na publicidade nos séculos XVIII e XIX.

Aqui estão alguns exemplos das incríveis litogravuras de M. C. Esher:





Outra técnica de impressão é o Stencil (molde vazado) que tem relação com a Serigrafia comercial (aquela que é usada para fazer estampas de camisetas, por exemplo).
A ideia do stencil e da serigrafia é a mesma: utilizar um molde vazado.

Aqui estão alguns exemplos de obras feitas com essa técnica feitas pelo maior artista da Pop Art: Andy Warhol.




Essa técnica é muito usada hoje em dia na arte de rua (ou seria vandalismo??). Você já reparou pela cidade??





E ai, qual das quatro técnicas você mais gostou??

Um comentário:

Anônimo disse...

min gotou da xilogravura

Lucas manoel.