quarta-feira, novembro 01, 2006

ARTE GÓTICA

Gótico
O gótico era uma arte imbuída da volta do refinamento e da civilização na Europa e o fim do bárbaro obscurantismo medieval. Foi o auge do desenvolvimento artístico da Idade Média.

PINTURA
A pintura gótica desenvolseu-se nos séculos XIII e XIV e início do século XV, quando começou a ganhar novas características que anunciavam o Renascimento.
A finalidade primordial da pintura gótica era ensinar a criação divina e, num sentido mais didático, narrar as Escrituras para o maior número de pessoas, quase sempre analfabetas. Os temas eram religiosos, tirados da tradição bizantina. Além das histórias da Bíblia, representava-se também a vida dos santos e a iconografia de Cristo, particularmente a crucificação, capítulo central da teologia da Idade Média.
O principal arista da pintura gótica foi Giotto. A maior parte das obras que ele produziu foram afrescos que decoraram igrejas. A característica principal de sua pintura foi a identificação da figura de santos com seres humanos de aparência bem comum.
O traço que mais identifica a pintura gótica é seu intencional realismo. Partindo da premissa de que a representação do mundo real refletia a verdadeira natureza divina da criação, os pintores do românico elaboraram uma pintura carregada de simbolismo, a fim de tocar emocionalmente o observador. O resultado foi a criação de uma arte de linhas claras e cores puras, na qual era a cor que expressava o valor simbólico da espiritualidade.
A pintura gótica possuía um estreito contato com a iconografia cristã, a linguagem das cores era completamente definida: o azul, por exemplo, era a cor da Virgem Maria, e o marrom, a de São João Batista. A manifestação da idéia de um espaço sagrado e atemporal, alheio à vida mundana, foi conseguida com a substituição da luz por fundos dourados.

ARQUITETURA
Uma das principais inovações da arquitetura gótica foi o uso dos arcos ogivais, chamados tecnicamente de suportes de apoio. Com esses suportes o edifício não precisava de grossas paredes para sustentar sua estrutura. A conseqüência imediata do emprego do arco ogival foi a possibilidade de construir igrejas mais altas.
Principais traços dos interiores Góticos: verticalidade, transparência e luminosidade (vitrais)
O Gótico é muito conhecido por suas catedrais, gigantes e repletas de vitrais coloridos. Suas paredes altas e esguias eram repletas de esculturas do lado de fora. Algumas delas representavam demônios, para mostrar aos fiéis que do lado de fora estava o pecado e do lado de dentro a salvação.

ESCULTURA
As esculturas do início do Gótico eram alongadas – verticalizadas.
Numa fase adiantada do refinamento próprio desse período, as esculturas adquiriram graça e realismo, aproximando-se pouco a pouco dos cânones do Renascimento.

2 comentários:

Naira disse...

eu lembro de você nos dando essa matéria, professora :]
e pode ter certeza que ela foi muito bem absorvida!
Mas deu pra dar uma boa relembrada agora.

Amanda disse...

Fessôraaaa!!!!
ki raaiivva!!!
ktei REC na tua matehhriiaaa..!!
PF ainddaa!!!
buááá´!!!
tdu poq tava sein net!!!
=/!!
mas ....korrenu atraiss...usanu teo blogg!!!
vaaallleeooooooooooooo ~~*!!!

bjOSssss
!!!

>.<